divulgando a Bioenergia: a dádiva da cura

APRESENTAÇÃO
O objetivo deste livro é celebrar de forma muito simples a magnífica força de Deus manifestada em todos os recantos da natureza e dos seres vivos. Vamos explicar em algumas páginas, uma bem modesta parte do poder incomparável das plantas, da força imensurável da terra, da grandiosidade do universo, do poder do sol, do ar, das águas, do dia e da noite, tudo interligado pela ação maravilhosa de Deus.
O interesse por essa matéria veio da observação do trabalho realizado por José Tobias de Moura, agricultor e líder sindical do estado do Paraná, nascido em General Carneiro. Ao entrar para o movimento, no início da década de 80, Tobias deparou-se não só com lutas para valorização da classe que representa, mas também com saberes populares que estavam sendo deixados de lado. No entanto representavam um valor incalculável para a população e seria um pecado deixar que simplesmente se extinguissem.
Esses saberes incríveis que aqui serão narrados são o uso das plantas e da terra para a cura de doenças com o apoio da energia que circula dentro das pessoas, a energia vital. E a história de Tobias com suas lutas será narrada em capítulo especial deste livro.

Ao falarmos da cura de doenças com o uso de plantas e da regeneração do corpo com o uso da terra, faremos uma explicação sobre a energia existente em cada ser vivo. É sabido que energia é tudo aquilo que emana ou é produzido por algum equipamento, combustível, força da natureza, corpo celeste, enfim algo que está associado à capacidade de qualquer corpo de produzir trabalho, ação ou movimento. Não menos poderosa, porém pouco conhecida e por isso talvez pouco valorizada, é a energia que circula em cada pessoa. Não é comprovado que todos os seres vivos possam compartilhar com outras pessoas esse tipo de energia – seriam necessários mais estudos sobre isso, o que será feito em momentos posteriores -, mas uma coisa é comprovadamente certa: os seres humanos são dotados desse poder.
Neste livro trataremos então desse tipo muito especial de energia que faz parte da constituição do corpo humano, a energia que circula em todos os órgãos da pessoa. Essa energia é fundamental para a vida pois ao fazer a interligação de todos os órgãos vai sinalizar o ponto exato do corpo em que há um defeito, um problema ou uma interrupção, no caso a doença. Por isso ela é chamada de energia da vida ou energia vital.
Explicando um pouco mais: Bionergia vem da palavra grega bio, que significa vida, relação com o ser vivo, e energia, da Física – capacidade que um corpo, uma substância ou um sistema físico têm de realizar trabalho. Portanto Bioenergia significa energia vital.

Conhecida há milhares de anos a energia vital foi estudada por grandes sábios e cientistas propiciando o aparecimento de ciências médicas importantes para a cura das doenças como a Acupuntura, o Do-In e muitas outras. Mais recentemente, na década de 70, ela foi estudada por médicos de todo o mundo em conjunto com o uso de componentes da natureza que possuem poderes extraordinários de cura como plantas, água e a própria terra. Esse uso associado da energia das pessoas com a energia da natureza deu origem ao que chamamos hoje de Bioenergia.
Combater doenças com plantas é algo muito comum e está na cultura do povo, principalmente dos mais simples que não tiveram ou não têm acesso direto ou imediato à moderna medicina. Não há quem já não tenha tomado um chá dado pela mãe ou pela avó ou mesmo indicado por algum vizinho ou conhecido. Faz parte da mentalidade das pessoas ajudar que sofre de alguma doença e que ainda não tenha conseguido acesso ao médico.
Ocorre que essa ajuda tão gentil pode prejudicar aquela pessoa, já que seu organismo é diferente dos demais e aquela dor pode ser proveniente de outro órgão ou ser resultado de vários problemas associados. Desta forma, não se combate o uso de ervas medicinais que foram úteis na cura da doença de determinada pessoa, mas se orienta, através da Bioenergia, que seja investigada, através da própria energia da pessoa, qual planta servirá para aquele exato tipo de doença. A cura pela Bioenergia então é personalíssima. É como se utilizássemos a “teoria da exatidão”: ela vai determinar o remédio exato na quantia exata e na duração exata para aquela exata pessoa e para sua exata doença. Nada além, nem menos do que isso.

Antonio Godoi

Repórter desde 1969 atuou em nove rádios e três jornais. Formou-se em Relações Públicas, Jornalismo e Direito. Realiza reportagens especiais independentes acompanhando os principais fatos do Sul do Paraná e Planalto Norte de Santa Catarina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *